Serguei - Uma Música de Vida e Rock
27/11/2020 20:27 em Música
Nascido Sérgio Augusto Bustamante em  8 de novembro de 1933 na cidade do Rio de Janeiro, A Vida de Serguei (apelido ganho ainda na infância, de um amigo russo que não conseguia pronunciar seu nome), se confunde com sua música, quase uma ópera rock  na vida real de uma pessoa simples.
Entre os atos de sua obra, estão:
 * Ainda aos 12 Anos, foi morar com a avó materna, em Long Island, Nova Iorque, onde participou de festivais estudantis, retornando ao Brasil já com 22 anos em 1955.
* Foi Comissário de bordo da Panair (de onde foi demitido após derrubar de forma proposital, vinho sobre a atriz italiana, Gina Lollobrigida) , e,  também da Cruzeiro do Sul.
* Lança em 1966 seu primeiro compacto, no total entre compactos, lp´s e cd´s foram 11.
"Não quero ser careca, eu prefiro ser Sansão" diz um verso da música que abre seu primeiro compacto "As Alucinações de Sergei" (À época ainda assinava Sergei).
* Foi chamado de "O Cantor Alucinado" pela revista O Intervalo em 1967.
* No Mesmo ano, faz protesto Hippie em Ipanema, com um cartaz onde se lia: "Abaixo o convencionalismo! Viva a alegria, viva a vida!!! Proclamo a autenticidade e o direito de ser jovem e feliz! Chega de guerra, chega de tristeza, chega de medo. A era nova chegou! Viva o Rio! Viva os "Beatles"! Lanço meu grito de vida e meu protesto jovem. Sergei."
* Manteve desde 1972 o "Templo do Rock", que era seu mix de residência e museu do rock, onde viveu até o final da vida.
*Participou de duas edições do Rock in Rio, em 1991 com show solo e 2001 como convidado de Silvinho Blau Blau.
* Conheceu Jimi Hendrix e Jim Morrison no festival Woodstock.
* Teve um relacionamento com Janis Joplin! "Tenho fotos para comprovar", disse ele, então com 80 anos ao jornalista Felipe Branco Cruz, do Uol.
*Colocou Janis Joplin pra cantar num inferninho chamado Porão 73 no Rj.
Mas, nem tudo eram flores, vivia de um salário mínimo da aposentadoria por idade, e de uma ajuda da prefeitura de Saquarema-Rj.
Sobre a felicidade: "Se eu quero ser feliz, eu tenho que fazer feliz primeiro o meu vizinho" (Entrevista concedida a  Jô Soares disponível no Youtube).
Definido por muitos que o conheceram como, uma pessoa simples e agradável, o  "Divo do Rock" como ele se auto-proclamava e suas maluquices farão muita falta!
Faleceu na cidade de Volta Redonda/Rj em 07 de junho de 2019 aos 85 anos, descanse em paz, eterno jovem roqueiro!

Cleber Boaro
www.radioplanob.com.br

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
RADIO PLANO B